ARTES. O 10º evento do dia internacional do contador de histórias homenageia grupo patrocinense em Brasília

Homenageada a Cia. Borboletas no Aquário estará em cena durante o evento que é uma parceria entre embaixadas de vários países

borboletas

Formado só de mulheres, a Cia. Borboletas no Aquário é integrada por Jéssica Borges, Laira Arvelos, Letícia Borges e Luciana Borges. Foto: Waldir Junior


Da redação da Rede Hoje


A Cia. Borboletas no Aquário, um grupo patrocinense faz da contação de histórias, música e teatro, em Patrocínio, MG, será homenageada em Brasília, durante o 10º evento do dia internacional do contador de histórias.

 

A Câmara dos Deputados prestará a homenagem ao grupo, em Brasília, nos dias 19 a 22 de março.

 

Formado só de mulheres, a Cia. Borboletas no Aquário é integrada por Jéssica Borges, Laira Arvelos, Letícia Borges e Luciana Borges.

 

A Cia. Borboletas no Aquário estará em cena durante o evento que é uma parceria entre embaixadas de vários países, Câmara dos Deputados e Associação Amigos das Histórias.

 

Estarão reunidos ainda contadores de histórias de todo país para apresentações e troca de conhecimentos.

 

De acordo com nota da assessoria da Secretaria Municipal de Cultura, “o grupo engradece a arte e a cultura de Minas Gerais, e, especialmente, do município de Patrocínio”. A mais pura verdade.

 

PATROCÍNIO EM DESTAQUE. A arte e a comunicação patrocinenses sempre se destacam no país. Há cinco anos, Alexandre Costa e Luiz Costa Júnior ganharam o Prêmio Nacional Silvio Tendler da Abmes - Associação Brasileira das Mantenedoras do Ensino Superior em duas categorias: Videoclipe e Reportagem jornalística “Dia da Responsabilidade Social”, por cobertura jornalística no Unicerp. Foi a primeira vez que uma instituição de ensino ganhou dois prêmios no mesmo ano. 

 

E em 2017, o patrocinense André Luiz Costa, à época diretor de jornalismo da Rádio Rainha da Paz, com a matéria “História do café em Patrocínio e a importância do cooperativismo na cafeicultura do Cerrado Mineiro” ficou na segunda posição na primeira edição do ‘Prêmio Café Brasil de Jornalismo’