Em reunião com prefeito, CAP anuncia que não disputará o Série D do Campeonato Brasileiro este ano

A reunião ocorren na manhã de hoje, o prefeito informou que em ano eleitoral a prefeitura não pode fazer repasse financeiro para o clube.

deiro cap 12 03 20

A reunião foi no gabinete do prefeito. Foto: Ascom|PMP


Reportagem: Renato Oliveira


Na manhã de hoje, 12 de março, a diretora do Clube Atlético Patrocininense se reuniu com o prefeito Deiró Marra para tratar sobre a viabilização da participação da equipe grená na Série D do Brasileiro. O prefeito informou que ano passado fez um trabalho junto com o presidente da Câmara dos vereadores par que houvesse a captação de recursos, mas como neste ano, se trata de ano eleitoral, voltou a reforçar que independente dessa situação, a prefeitura não pode fazer repasse financeiro para o clube. 

Para esse ano ele disse que não há condições de buscar com algum fornecedor apoio para o Patrocininense devido a possíveis conotações eleitorais. 
 
Deiró sugeriu a diretoria que caso não haja recursos financeiros para a disputa da divisão do nacional, que repense essa participação pelo fato de não poder dar esse apoio ao CAP. "Se eu pudesse eu bancaria tudo", disse Deiró.
 
O presidente do Patrocinense, Marco Antônio da Silva apresentou a projeção de gastos para a disputa da série D em um valor de R$ 460 mil. Ele disse que a intenção da diretoria não  era  de precionar o prefeito quanto a apoio para a disputa do campeonato e apenas em comunicá-lo sobre decisão em não disputar a série D, pois isso dependia apenas dessa reunião já que o prazo limite para confirmação é nesta sexta-feira, 13 de março.
 
Também lembrou que a diretoria terá dificuldades em encerrar a primeira fase do estadual. O gasto com o Mineiro será de R$ 1,5 milhão, segundo informou o diretor Maurício Cunha.
ONNET-686x113px-23012020