GOLEADA. CAP faz quatro no Tupynambés sem dó nem piedade e chega aos 12 pontos se garante na elite do mineiro

O CAP passeou em Juiz de Fora e garantiu a presença na elite mineira

cap-tupy 

O Patrocinense jogou com se estivesse em casa. Foto: FMF


Da redação da Rede Hoje


paulo rene

Usando a chuteira como telefone, Paulo Renê sempre simula conversa com a mãe(já falecida) depois de cada gol.  Foto: reprodução TV Globo

 

O Patrocinense fez um jogo consistente, goleou o Tupynabás no Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora e , de quebra, entrou no G6 do Campeonato Mineiro. Marcando forte e com muita força nos contra-ataques, a Águia venceu com gols de Diego Luís que marcou o primeiro e Paulo Renê - o nome do jogo, com três gols na vitória por 4 a 0. Com isso, o time grená garantiu a permanência na elite do futebol mineiro.

 

O Tupynambás segue na lanterna com dois pontos e o CAP vai a 12 pontos e segue sonhando com uma vaga nas semifinais. Na 9ª rodada, o CAP recebe o América-MG no domingo, às 16h, no Pedro Alves do Nascimento, em Patrocínio e o Baeta vai a Patos de Minas enfrentar a URT no Zama Maciel.

 

O JOGO. O Tupynambás começou com falso controlando do jogo, pois o CAP, com a estratégia de fechar bem atrás e ir ao ataque em jogadas rápidas, aos 18 minutos, Diego Luís chutou da entrada da área para abrir o placar. O CAP ampliou aos 31, com Paulo Renê completando cruzamento da direita. Marcelo quase ampliou aos 47, em cobrança de falta que acertou a trave.

 Fabinho-Alves-Baeta-by-Rise-Up-Tupynambás

O goleiro Thiago Passos teve pouco trabalho, este foi o momento do chute de Fabinho e o Baeta quase fez (Foto: Rise Up Mídia/Tupynambás FC)

SEGUNDO TEMPO. O Tupynambás começou a segunda etapa em cima e até criou chances, porém o CAP que voltou a marcar, aos 32, Giba puxou contra-ataque e encontrou Paulo Renê, que limpou a marcação e fez 3 a 0. Nove minutos depois, Paulo Renê decretou o placar final, com vitória expressiva da Águia, aos 41 minutos convertendo pênalti por ele mesmo sofrido.

 classcaçao