JOGOU MUITO. CAP merecia a vitória contra a Caldense fora de casa, penalti duvidoso definiu o placar

 O resultado de 2 a 2 ficou melhor para a Caldense que continua no G4(Foto: Renan Muniz / Caldense)

lance

Patrocinense merceu melhor sorte contra a Caldense no Ronaldão (Foto: Renan Muniz / Caldense)


Por Luiz Antônio Costa


Mantido o tabu. Há 27 anos o Patrocinense não perde para a Caldense em Poços de Caldas. Mais uma vez os dois tradicionais clubes do interior mineiro se enfrentaram. Só que desta vez não houve vencedor, emobra o CAP merecesse melhor sorte jogo: Patrocinense empataram em 2 a 2 neste domingo (1º) jogando no Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas (MG), pela 7ª rodada do Campeonato Mineiro. Com dois gols de bola parada de Paulo Rene (de pênalti) e Marcelo (de falta), o Patrocinense esteve na frente do placar por duas vezes, mas na etapa final, a Veterana, que também já havia marcado de pênalti com Filipi Sousa, chegou ao empate com Nathan de cabeça.

 

Com o resultado, o Patrocinense estaciona no 6º lugar com 9 pontos, fora da zona de classificação e a Caldense segue no G-4, em 3º lugar, empatado em 14 pontos com o Tombense, mas ainda pode ser ultrapassada na rodada por Cruzeiro e Atlético-MG.

 

paulo renePaulo Renê fez 1 a 0 para o CAP cobrando penalti. Fotos: FMF

 

O JOGO. O Patrocinense foi senhor do jogo e merecia melhor sorte. No primeiro tempo teve boas oportunidades, caiu um pouco no inicio da segunda etapa para voltar a pressionar a Caldense no final do jogo.

Já a Veterana criou apenas uma chance de perigo com André Mensalão chutando de fora da área logo aos 5 minutos. Aos 12, após cruzamento para a área, o árbitro marcou toque de mão de Filipi Sousa. Pênalti. Paulo Rene – contato por vários clubes – bateu e fez um zero para o time grená.

 

Cinco minutos depois o árbitro Felipe Fernandes de Lima viu um pênalti totalmente equivocado, quando o goleiro do CAP, Thiago Passos, para defender uma bola jogada para a área, saiu do gol e trombou com Luan Costa, da Caldense. Penalti enxistente para a Caldenes. Filipi Sousa – não tinha nada com isso - cobrou e empatou para a Veterana.

 

O Patrocinense continuava pressionando e dois minutos após sofrer o empate, numa grande pressão grená, Filipi Sousa, salvou uma batida em cima da linha.

 

dd72523e-fd8f-4ffb-b80f-5aa8ee7f454c

Lateral direito Marcelo, fez um golaço de falta

 

MARCELO, O FERA DA BOLA PARADA. Ainda no primeiro tempo, aos 32 minutos, Marcelo cobrou falta perfeita, de fora da área. A bola passou entre a barreira e morreu no fundo das redes. Golaço. CAP 2 x 1, Caldense 1. E assim terminou o primeiro tempo com o Patrocinense mais presente nmo ataque que a Caldense, que nem parecia ser o mandante do jogo.

 

SEGUNDO TEMPO DIFERENTE, MAS NEM TANTO. No inicio do segundo tempo, a Caldense voltou melhor e o CAP parecia desconcentrado, especialmente no meio campo. Foi quando a Caldense aproveitou para empatar o jogo. Aos 7, André Mensalão chutou forte aThiago Passos fez boa defesa. Mas, aos 14, Nathan, após cruzamento subiu sozinho entre a defesa para deixar tudo igual no placar. Caldense 2 x 2 Patrocinense.

 

DUAS EXPULSÕES. Foi então que o Lucas camisa 10 autor do segundo golPatrocinense acordou e voltou a mandar no jogo. E foi em busca do terceiro gol, aos 38, Alyson fez uma grande defesa após cruzamento na área da caldense e desvio de cabeça de Paulo Renê. De novo o time grená no ataque com Paulo Rene, aos 44. O CAP teve vários escanteios, todos cobrados com perigo por Marcelo. Dois atletas destoaram, os dois Denial. Aos 42, Daniel, da Caldense, foi expulso por fazer falta dura. Nos acréscimos, Daniel, do Patrocinense, também foi expulso por matar contra-ataque.

No final o resultado de 2 a 2 acabou sendo injusto para o Patrocinense

 

Lucas empatou no final para a Caldense

 

POUCO MEXEU NA COMPETIÇÃO. om o resultado, a Caldense empata com o Tombense na tabela com 14 pontos, mas perde no saldo de gols, ficando em 3º lugar. A equipe ainda pode terminar a rodada fora do G-4 dependendo dos resultados dos jogos de Atlético-MG e Cruzeiro. Já o Patrocinense estaciona na 6ª posição com 9 pontos, a dois da zona de classificação para as semifinais.

 

Na próxima rodada, a Caldense recebe o Coimbra no Ronaldão, no domingo (8), às 10h30, enquanto o Patrocinense entra em campo às 16h de sábado (7), contra o Tupynambás, em Juiz de Fora.

 

FICHA

A.A. CALDENSE. Alyson; Filipi, Jonathan, Lucas e Matheus(Marco Damaceno); Andre Mensalao, Daniel, Luan Costa(Danilo Marioto) e Lucas Nathan(Mandi); Joao Victor e Lucas Morais. Técnico: Marcos Grippi

C.A. PATROCINENSE: Thiago Passos; Marcelo, Betao, Felipe Gregory e Pedro Henrique; Leo Costa(Chico), Alemao, Diego Luis(Mário César) e Rodney; Paulo Rene e Giba. Técnico: Thiago Oliveira

GOLS: 14’, Paulo Rene, CAP; 20’, Filipi Caldense; 32’, Marcelo do CAP e aos 14’ do 2T, Lucas Nathan

PÚBLICO pagante, 2.593. Público Total: 3.101; RENDA: R$ 41.290,00

 

CLASSIFICAÇÃO. Faltando o término da rodada, veja a classificação:

classifica-cap


tv-hoje-banner-686x113